quinta-feira, 4 de fevereiro de 2010

SOCIOLOGIA: O ESTUDO DA SOCIEDADE HUMANA


“O isolamento social prejudica a sociabilidade do indivíduo. E a sociabilidade é a base da vida em sociedade.” - Pérsio Santos de Oliveira

ESTUDO DE CASO

Segundo os estudos do médico Itard sobre Victor, o menino de Aveyron (França, séc. XVIII), os fatos sociais, embora exteriores, são introjetados pelo indivíduo e exercem sobre ele um poder coercitivo, já que determinam seu comportamento.

Ao estudar Sociologia devemos ter em mente algumas perguntas pré-eliminares:

1. De que se ocupam as Ciências Sociais?

2. Qual o objeto e o objetivo das Ciências Sociais?

3. Como ela é dividida?

Empregando as palavras do sociólogo Pérsio Santos podemos dizer que: “o comportamento humano é muito diversificado. Cada individuo recebe influências de seu meio, forma-se de determinada maneira e age no meio social de acordo com sua formação. O indivíduo aprende com o meio, mas pode também transformá-lo...”[1]

Para que possamos compreender um pouco sobre a realidade dos estudos das ciências sociais, comecemos por entender quais as principais preocupações dessa ciência: A primeira delas seria a compreensão da relação do indivíduo com seu grupo humano, ou a sociedade em que está inserido. Isso pode ser facilmente entendido se você analisar e se comparar com as pessoas ao seu redor. Perceba que existe uma série de atributos que são comuns, tais como língua falada, a religião seguida e os costumes adotados, por cada grupo de forma particular. A sociologia se preocupa primeiramente com as relações sociais, que são à base da sociedade. Sendo que a forma que essas relações práticas e efetivas ocorrem na realidade, constituem os fatos sociais, objeto de estudo da sociologia.

No decorrer da historia da humanidade, os homens se organizaram em grupos. As Ciências Sociais pesquisam e estudam o comportamento humano dentro de suas mais variadas formas de organização. Portanto, “pode-se dizer que as Ciências Sociais são o estudo sistemático do comportamento social do ser humano” e que seu objeto de estudo é justamente “o ser humano em suas relações sociais.” A partir dessa compreensão podemos ponderar como objetivo dessa ciência o ampliar do conhecimento sobre o ser humano em suas interações. Ajudando, assim, a entender melhor a sociedade em que vivemos e os fatos e processos sociológicos que nos rodeiam.

Para melhor compreender as Ciências Sociais, costuma-se dividi-la em quatro áreas[1]:

· Sociologia – estuda as relações sociais e as formas de associações e interações da sociedade.

· Economia – estuda as atividades humanas ligadas a produção, circulação, distribuição e consumo de bens e serviço.

· Antropologia – estuda e pesquisa as semelhanças e diferenças culturais entre os vários agrupamentos, bem como a origem e evolução dessas culturas.

· Política – estuda a distribuição do poder e organização na sociedade.

ORIGEM DA SOCIOLOGIA COMO CIÊNCIA

Tradicionalmente atribui-se o título de pai da sociologia ao pensador Augusto Comte (1798-1857), pois o mesmo usou o termo pela primeira vez na historia, quando de seus escritos no Curso de Filosofia Positiva em 1839. Porém, a Sociologia só passou a ser considerada como ciência e começou a se desenvolver com o filósofo e sociólogo Émile Durkheim (1858-1917). Para ele, a Sociologia é o estudo dos fatos sociais, que compreendem três características: generalidade, exterioridade e coercitividade.

Com o fortalecimento do capitalismo no século XX, a Sociologia ganha importância e novos rumos de questionamentos, tais como: rupturas ou continuidade de certas normas e valores sociais, desagregação da família, cidadania, minorias e racismo, violência e criminalidade, etc. Diante disto, procurou-se resolver tais questões de acordo com uma análise crítica e científica, na busca de se entender o presente momento histórico e social, para assim, projetar um futuro mais coerente e humanitário.

Por se tratar de uma ciência humana, a Sociologia é de difícil objetividade, pois os homens ao estudarem seus próprios comportamentos podem facilmente conduzirem a uma conclusão, na qual inúmeros fatores culturais de sua formação estejam impregnados. De forma que suas conclusões podem e geralmente estão, permeadas de influências dos conjuntos de idéias, crenças, costumes e valores que receberam.

Para se chegar a uma objetividade faz-se necessário ter em mente os conceitos bases, que dão sustentação as definições dos fenômenos que fazem parte do estudo das Ciências Sociais. “Como ciência, a sociologia tem um duplo valor: pode aumentar o conhecimento que o ser humano tem de si mesmo e de sua sociedade, e pode contribuir para a solução de problemas que ele enfrenta.”[2]

QUESTÕES PARA FIXAÇÃO DA APRENDIZAGEM

1. Dê o conceito, o objeto e o objetivo das ciências sociais.

2. Dê exemplos de dois fatos sociais e explique suas características.

3. Pesquise em jornais e revistas exemplos de comportamentos sociais. Escreva o título do assunto em seu caderno, a data e o nome do veículo de comunicação que você usou. Cole seu recorte e escreva um resumo do texto. Em seguida redija um comentário pessoal sobre o tema pesquisado.


[1] Aqui optamos por usar como base a divisão dada pelo sociólogo Pérsio Santos em seu livro Introdução a Sociologia.São Paulo: Ed. Ática, 2003. p. 10.

[2] OLIVEIRA, Pérsio Santos. Introdução a Sociologia.São Paulo: Ed. Ática, 2003. p. 17.


[1] OLIVEIRA, Pérsio Santos. Introdução a Sociologia.São Paulo: Ed. Ática, 2003. p. 9.


2 comentários:

  1. A sociologia abrange muitos conceitos,com esse texto pude tirar algumas duvidas que tinha ........adorei conhecer um pouco mais sobre a sociologia,apesar que adiquirir mas conhecimento sempre é bom.

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito! Esclareceu muitas dúvidas que eu tinha a respeito desse assunto.Brigaduuuu!
    Faço letras vernáculas VI semestre na UEFS - Universidade Estadual de Feira de Santana - Ba

    ResponderExcluir